A rede quase furou

Os conflitos entre Eduardo Campos e Marina Silva deve levar a aliança ao fim, o discurso dos políticos virou uma rede de contradições.

O Articulador da campanha presidencial do PSB no estado de São Paulo, o deputado Márcio França, afirma que o grupo da ex-senadora Marina Silva, Rede Sustentabilidade, já tem prazo para deixar a legenda. Ao impor uma derrota aos “marineiros” com a aliança com o governador e candidato à reeleição Geraldo Alckmin (PSDB), o dirigente deixou clara a divisão da legenda e culpou o grupo da ex-senadora pela falta de acordo.

Na próxima quarta-feira, 11, marina deve reunir o diretório paulista da Rede e discutir quem poderia ganhar o apoio dos “marineiros” na sucessão estadual. Marina não cogita a hipótese de deixar a chapa de Campos, mas deixou claro sua insatisfação ao publicar nas redes sociais uma nota chamando a aliança em São Paulo de “equívoco”.

Esta entrada foi publicada em Nacional e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.