Sobral ganhará Casa da Mulher Cearense nesta quinta-feira (30/06)

Equipamento atenderá mulheres da região Norte vítimas de violência doméstica

O Governo do Estado do Ceará e a Prefeitura de Sobral inauguram, nesta quinta-feira (30/06), às 17h30, a Casa da Mulher Cearense Maria José Santos Ferreira Gomes, que atenderá as mulheres da região Norte vítimas de violência. A Casa oferecerá uma série de serviços de apoio, acolhimento e proteção à mulher em situação de violência em um só espaço.

No local, irá funcionar a Delegacia da Mulher, Juizado Especial, Ministério Público, Defensoria Pública, serviço de autonomia econômica das mulheres, grupo de apoio às vítimas de violência (GAVV), patrulha Maria da Penha, brinquedoteca, alojamento de passagem e o Centro de Referência da Mulher Ana Soraia Silva Galdino, que também irá compor o equipamento.

Para tratar sobre o funcionamento do novo equipamento e os últimos detalhes para a inauguração, a vice-prefeita Christianne Coelho participou de reunião, na segunda-feira (27/06), com a secretária executiva de Políticas para as Mulheres da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará (SPS), Denise Aguiar, no Centro de Referência da Mulher, ao lado da secretária de Segurança Cidadã, Emanuela Leite, e da delegada da Delegacia da Defesa da Mulher, Adriana Savi.

“Estou extremamente feliz! A Casa da Mulher Cearense abrigará os serviços do Centro de Referência da Mulher, atendimento jurídico, psicológico, assistência social, sala da autonomia financeira, delegacia da mulher e outros atendimentos. São serviços que já existem no município, mas que juntaremos num só lugar. E isso é muito importante, pois vai facilitar o acesso das mulheres”, frisou a vice-prefeita Christianne Coelho.

Casa da Mulher Cearense

A Casa da Mulher Cearense (CMC) em Sobral está localizada no bairro Gerardo Cristino, na área onde funcionou o Centro Socioeducativo Monsenhor Aloísio Pinto e a Oficina Escola de Artes e Ofícios de Sobral. A obra conta com investimento total de R$ 3,8 milhões e deve ser referência como centro de atendimento humanizado e especializado à mulher em situação de violência.

“Tive a grata satisfação da vice-prefeita Christianne Coelho nos receber e demonstrar dentro do gabinete todas essas políticas voltadas para as mulheres. E um dos aspectos importantes é a questão do empoderamento, que se faz quando se tem investimento e empreendedorismo, que é uma das bases que tira esse processo de violência”, ressaltou Denise Aguiar.

“Hoje é um dia para celebrar, pois estamos na iminência da entrega dessa casa. Estamos falando de um equipamento que vai congregar todos esses serviços que vai garantir privacidade, acolhimento e humanização às mulheres vítimas de violência”, destacou Emanuela Leite.

Esta entrada foi publicada em Atualidade. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.